Tag Archives: negócios

Reunião do Comitê Gestor da Rede Petro-BC alinha próximas ações com participantes

O Comitê Gestor se reuniu na última quinta-feira, 1º/10, no ambiente virtual Microsoft Teams para avaliar as iniciativas realizadas até o momento, coletar os feedbacks da Rodada de Negócios realizada, conhecer as pautas que estão em andamento e as próximas ações da Rede Petro-BC.

“O segundo semestre estamos com foco em negócios. No Seminário de Gás vamos trazer a empresa Cobra, responsável pela obra da Termoelétrica Marlim Sul. Nosso objetivo é conhecer as demandas de uma termoelétrica em operação para tentar construir um mercado para atendê-las”, destacou Glauco Nader, um dos coordenadores da Rede Petro-BC.

As apresentações contemplaram apresentação do novo associado,  a empresa A Casa do Construtor; calendário do segundo semestre de 2020; avaliação da Rodada de Negócios realizada com a Perenco; Seminário de Gás com previsão para acontecer no dia 22 de outubro; Ecossistema de inovação; reunião de fechamento com a Petrobras prevista para 10 de dezembro e assuntos gerais.

Os feedbacks sobre as ações que estavam na pauta para aprovação do Comitê, como também as opiniões sobre a Rodada de Negócios realizada com a Perenco, foram um dos pontos fortes do encontro. “Apoiado esse foco no cliente e negócios. Isso representou a luz no fim do túnel, em meio a esse momento. Depois de dois dias, após realizada a Rodada de Negócios, recebemos um pedido de cotação”, disse Marcelo Santos da empresa associada Teknofil.

A previsão é que seja realizada uma Rodada de Negócios com a Petro-Rio consolidando o ciclo que contempla as três empresas que adquiriram campos maduros, proporcionando conhecimento do mercado para os associados.

Próximos Eventos

22/10 – Seminário de Gás

04/11 – Rodada de Negócios com Trident Energy

10/12 – Reunião de fechamento com a Petrobras e/ou outras Operadoras

Rodada de Negócios com âncora Prolagos gera oportunidades para 33 empresas associadas

O dia 11 de agosto de 2020 foi produtivo para associados da Rede Petro-BC. Em parceria com o Sebrae, foi promovida a Rodada de Negócios virtual tendo como empresa âncora a Prolagos Concessionária de Serviços Públicos de Água e Esgoto S/A, que presta serviços de abastecimento de água e saneamento básico para os municípios de Armação dos Búzios, Iguaba Grande, Cabo Frio e São Pedro da Aldeia e abastecimento de água em Arraial do Cabo.

O evento foi exclusivo para os associados da Rede Petro-BC e a interação com a empresa âncora foi realizada pelos representantes que preencheram a demanda previamente. A oportunidade gerou negócios para 33 empresas cadastradas e proporcionou uma rodada de esclarecimento e parcerias entre os empresários na Região dos Lagos e Norte-Fluminense.

As atividades realizadas visam prospectar mercados e ampliar parcerias entre as empresas e desenvolver futuros negócios, além de aproximar compradores e fornecedores, fortalecendo o mercado B2B. Todas as instituições envolvidas são associadas da Rede Petro-BC, que estimula periodicamente eventos nesse modelo para garantir vantagens competitivas aos seus associados.

Vantagens de uma Rodada de Negócios

A organização de uma Rodada de Negócios busca otimizar esforços entre empresários e identificar possibilidades de parcerias em serviços complementares. A Rede Petro-BC reduz os obstáculos facilitando essas conexões.

Algumas vantagens na participação em Rodadas de Negócios são quebra de barreiras, pois os associados se relacionam diretamente com os responsáveis pela tomada de decisões; redução de tempo e custos com o que poderia ser realizado por uma série de ligações telefônicas, troca de e-mails, tentativas de reuniões e deslocamentos; aumento das oportunidades e objetividade dos negócios a partir de mapeamento prévio das demandas; agilidade no acesso aos fornecedores e oportunidade para esclarecer dúvidas e networking.

Entre em contato com a Rede Petro-BC, torne-se um associado e aproveite futuras oportunidades de negócios.

Reunião do Comitê Gestor apresenta caminhos para negócios na região

A 7ª reunião do Comitê Gestor da Rede Petro-BC neste ano ocorreu on-line nesta quinta-feira, 06/08, e apresentou possíveis caminhos para geração de negócios na região.

O encontro teve a participação de Caryne Silva (Supply Chain) e Nina Segond (Analista de Compras), representantes da empresa petrolífera Perenco, parceira em cinco blocos de águas profundas na Bacia do Espírito Santo. Os campos de Pargo, Carapeba e Vermelho, localizados em águas rasas na costa do Estado do Rio de Janeiro, também foram adquiridos pela empresa em venda realizada pela Petrobras no fim de 2019.

Um dos coordenadores da Rede Petro-BC, Glauco Nader, agradeceu a presença das representantes da Perenco e iniciou a reunião com breve apresentação da estrutura da Rede Petro-BC e da sua missão de construir uma rede de relacionamento para criação de ambiente favorável para a promoção de negócios entre as 92 empresas associadas.

Entre valor médio do preço do barril de petróleo, volume de reservas nacionais e desinvestimentos em refino, a exposição apresentou dados do mercado de petróleo e gás e discutiu possíveis caminhos de fomento à economia e reativação do segmento. Glauco pontuou os pilares do novo mercado de gás e os desafios para as refinarias no que tange ao abastecimento. Para ele, a partir de uma análise do Plano Indicativo de Processamento e Escoamento de Gás Natural, observa-se a necessidade de mais 3 rotas de gasoduto. Com isso, há possibilidade de investimentos na região para termelétricas e gás.

O consultor do Terminal Portuário de Macaé – Tepor, José Eduardo Carramenha, também participou da reunião e contextualizou o cenário de todos os fatores envolvidos na indústria do gás na região. “O gás começa a ter um interesse muito grande na transição da economia energética do país. A pauta tem que estar na agenda de todo mundo que atua na indústria do petróleo”, pontuou Carramenha. O consultor também destacou que a expectativa para o estímulo nesse mercado está na aprovação do Projeto de Lei 6407/13, apelidado de “Nova Lei do Gás”, que institui um novo marco legal para o mercado do gás natural no Brasil. Complementou ainda com a informação de que Macaé possui vantagem nesse cenário por já ter duto pronto para levar o gás para o resto do país. Os terminais também têm a possibilidade de exportar o gás de cozinha e os líquidos do gás.

Glauco Nader seguiu a apresentação com informações sobre os efeitos da pandemia nas empresas com dados obtidos por meio de pesquisa realizada junto a 47 empresas associadas da Rede Petro-BC entre 1º e 20 de julho de 2020. Os resultados da pesquisa estão disponíveis no infográfico que pode ser acessado aqui.

O Comitê Gestor também comunicou que a PetroRio recebeu a aprovação da diretoria da ANP para assumir a operação com 80% do contrato de concessão do campo de Tubarão Martelo, na Bacia de Campos, e apresentou os próximos eventos do 2º semestre de 2020, como a Rodada de Negócios com a empresa âncora Prolagos, no próximo dia 11 de agosto, e a organização de novas negociações virtuais com as empresas Perenco, Trident, Cobra e membros da Associação Brasileira dos Produtores Independentes de Petróleo e Gás – ABPIP, com datas ainda a serem divulgadas futuramente.

Negociação Virtual foi tema de Talk exclusivo para associados da Rede Petro-BC

Mais uma parceria de sucesso com o Sebrae: Talk “Negociação Virtual”. O evento aconteceu nesta quinta-feira (16/07), e reuniu associados, em um encontro exclusivo, pela plataforma virtual Teams. O Talk, que foi uma demanda solicitada pelos associados, gerou oportunidades de conhecimento e prospectou futuros negócios entre as empresas que fazem parte da Rede Petro-BC.

Na abertura, o coordenador Glauco Nader, da Rede Petro-BC, reforçou que muitas empresas se associaram no último ano, então o evento é uma oportunidade de conhecer algum parceiro ou fornecedor novo. Outro coordenador da Rede Petro-BC que deu boas-vindas aos participantes foi Mário Jorge Souza, da Comercial Troyka, destacando que este é um momento propício para explorar essas ocasiões de negócios.

Para a coordenadora do Sebrae, Maíra Campos, este é um momento de adaptações. “A Rede Petro-BC quer entender que a negociação virtual pode agregar. Precisamos fazer uma reflexão no setor de Petróleo e Gás. Vamos fazer um esforço para conectar a novas empresas para que o fornecimento aconteça localmente”.

O Sebrae utilizou a técnica pitch, onde as empresas participantes fizeram uma apresentação sumária, de poucos minutos, com objetivo de despertar o interesse da outra parte pelo seu negócio. A duração ficou em 2 minutos e as empresas compartilharam seus contatos via mensagem de chat na plataforma Teams.

“Essa sinergia entre vocês pode atender a muitos que estão presentes hoje aqui, seja fazendo a venda ou ao adquirir produtos dos parceiros”, reforçou Verônica Fang, da Rede Petro-BC.

Os participantes receberão, na próxima semana, um catálogo com a descrição de nome, telefones e serviços das empresas que apresentaram no evento. O objetivo é ter de forma acessível os contatos para a construção de negócios.

Gilberto Soares, coordenador do Sebrae, finalizou o evento agradecendo a participação e interação. “Espero que todos tenham aproveitado, pois é um momento de se conhecer e fazer negócios”.

Associados da Rede Petro-BC participam de Talk sobre B2B digital

Na última terça-feira, 14 de julho de 2020, aconteceu um Talk online sobre “Como alavancar o B2B (Business to Business) no ambiente digital”, uma parceria Sebrae e Rede Petro-BC. O palestrante Lucas Souza, pós-graduado em BI pela PUC e sócio fundador da Bel Partner, usou uma linguagem simples, exemplificando os conceitos e tirando dúvidas dos participantes. O evento fez parte da programação da Maratona Sebrae Rio Inovação, com temas focados na inovação para os negócios.

O coordenador do Sebrae região Norte Fluminense, Gilberto Soares, participou da abertura do evento. “Aceitamos realizar o Talk atendendo à demanda dos associados da Rede Petro-BC, cujo tema é importante no relacionamento das empresas. A transformação digital está acontecendo no ambiente corporativo, por isso é de suma importância que o segmento de Óleo e Gás se adeque a essa tendência”.

Segundo Maíra Campos, coordenadora de Petróleo e Gás do Sebrae, o conhecimento de B2B pode melhorar a competitividade e produtividade no setor. “O setor de Petróleo e Gás não estava acostumado a trabalhar dessa forma digital, mas esta é uma alternativa para a realidade que estamos vivendo hoje. Então, precisamos nos adequar e gerar a fluidez que tínhamos no presencial, com as possibilidades que podemos “, reforçou Maíra.

A potência do mercado virtual

Na apresentação, Lucas Souza, destacou os números que mostram a representatividade do mercado virtual, o crescimento da procura das pessoas por essas alternativas e como podem gerar um reflexo positivo na área comercial das empresas.

O processo de compra e venda no ambiente virtual, Google Trends, Google Meu Negócio, Google Ads, SEO, Facebook Ads, Linkedin e Youtube foram temas compartilhados com os participantes do Talk. “Ter uma presença digital forte não é mais opcional. Não dá para adiar essa transformação digital. O objetivo é facilitar a comunicação final com o cliente, então temos que olhar, fazer as adaptações e oferecer para o time comercial da empresa essas ferramentas”, disse Lucas Souza.

Dicas

Em um dos momentos do Talk, Lucas apresentou seis dicas que auxiliarão, com simplicidade, a adequar seu negócio ao virtual.

1-     Estude e aprenda o que vai fazer a diferença para seu negócio;

2-     As ferramentas digitais tem que servir ao seu negócio e não o inverso;

3-     O orçamento é permissivo e deve caber no seu bolso;

4-     Trace objetivos e busque mídia reativa (Google Ads) – vai te dar fôlego para fazer resultados mais imediatos;

5-     Pense no ZMOT (Zero Moment of Truth) – se você não conhecesse sua marca, você compraria?

6-     Mensure! Anote os negócios vindos do digital (caderno, excel, tanto faz! Só não deixe de fazer) para saber o seu ROI (Retorno Sobre o Investimento).

A consultora Jéssica Rangel dos Santos, do Sebrae Norte Fluminense, falou da assessoria disponível que a Regional oferece para os empresários. “Temos um programa voltado para as mídias sociais com objetivo de atingir novos mercados, melhorar o posicionamento da empresa e oferecer consultorias de forma subsidiada. Estamos à disposição para ajudar”.

“Quero agradecer a essa equipe fantástica da Regional Norte pela organização deste evento. O posicionamento no mercado possibilitará fazer negócios de empresa para empresa. Não podemos perder nenhum negócio. Precisamos pensar em como nosso cliente nos vê, como ele gostaria de receber nosso produto ou serviço”, finalizou a coordenadora do Sebrae, Raquel Abrantes de Figueiredo.

Comitê Gestor discute cenário do petróleo na região e apresenta atividades para o 2º semestre

O Comitê Gestor da Rede Petro-BC se reuniu on-line na noite desta quinta-feira, 02/07, para discutir o panorama de negócios na região e apresentar as ações previstas para o início deste 2ª semestre de 2020.

Glauco Nader, um dos coordenadores da Rede Petro-BC, iniciou a exposição de dados sobre o cenário vigente nas áreas de óleo e gás. Índices de variação dos preços do barril de petróleo, evolução da produção onshore e offshore relacionada ao pré-sal e ao pós-sal, distribuição na produção de petróleo e gás natural por Estado e por operador, foram alguns dos temas que serviram para o grupo vislumbrar possíveis caminhos de fomento para a cadeia produtiva de petróleo.

Para o grupo, uma das opções para o fortalecimento dessa cadeia produtiva, sobretudo no Estado do Rio de Janeiro, advém da capacidade dos atores envolvidos no processo de gerar negócios oriundos, principalmente, do gás natural, que é abundante atualmente.  Nader citou a fala otimista do secretário de petróleo, gás e biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia, José Mauro Ferreira Coelho, que posicionou o Brasil como um dos cinco maiores produtores e exportadores de petróleo para os próximos dez anos.

A análise também é positiva no mercado de exportações de óleo como forma de superação neste período de pandemia. Além disso, o diretor da Delfiss Engenharia, Marcus Vinícius Figueiredo Carvalho, destacou que o setor de manutenção possui alto nível de demanda reprimida em virtude das interrupções de produção no mercado atual.

Projeções de cenário e possíveis soluções foram debatidas no encontro com vistas a garantir o empenho da Rede Petro-BC em antecipar estudos relacionados ao impulso do setor de óleo e gás. Compreender a economia local, a capacidade da região e dos fornecedores se torna instrumento relevante para os associados atuarem de forma assertiva para fortalecer a indústria e gerar mais negócios no futuro.

 

Próximas ações da Rede Petro-BC

A assessora administrativa da Rede Petro-BC, Verônica Fang, apresentou as próximas ações que iniciam as atividades neste segundo semestre de 2020.

No próximo dia 14 de julho, ocorrerá a live B2B, em parceria com o Sebrae. O evento foi planejado a partir da pesquisa realizada pela Rede Petro-BC junto aos associados, que demonstraram o interesse em palestras sobre a relação no mercado Business to Business (B2B).

Em seguida, dia 16 de julho, haverá a Negociação Virtual entre os membros da Rede Petro-BC. O encontro nasceu da necessidade de conhecimento sobre as atividades realizadas pelas empresas dos associados e as possibilidades de geração de negócios, vendas e parcerias.

Já em 11 de agosto, será realizada a Rodada de Negócios com a Prolagos, grupo com concessão nacional de prestação de serviços complementares às empresas dos associados da Rede Petro-BC.

Guia de respostas rápidas Rede Petro-BC

A reunião foi encerrada com a apresentação do guia disponível no site da Rede Petro-BC, que disponibiliza informações sobre comércio exterior, crédito, emprego, medidas locais, regulamentação e tributos neste momento de pandemia do Covid-19. O objetivo é se tornar uma ferramenta útil de pesquisa aos empresários da região. Acesse https://guiaderespostarapida.redepetro-bc.com.br/.