Receitas do petróleo elevam 37%

Após atingir a marca dos R$ 369,3 milhões apenas com os royalties e petróleo nessa semana, Macaé registra o crescimento de 37% apenas com as receitas advindas da exploração na Bacia de Campos, significando assim, um aumento de R$ 138,7 milhões para as contas do governo.

No mês passado, o maior repasse da história das compensações financeiras, previstas em legislação federal, foi passado ao governo, devido aos impactos ocasionados pela atividade extrativista nas reservas de petróleo. Ao contabilizar a parcela de R$ 56 milhões, o município rompe definitivamente as barreiras da crise e retomando significativamente ao patamar de receitas, como foi em 2014, ano de progressão do petróleo.

De acordo com o Jornal O Debate e os dados divulgados pelo Banco do Brasil, a cidade conta atualmente com o maior volume de arrecadação entre todas as cidades produtoras de petróleo, apenas com os repasses dos royalties, visto que o município soma mais de R$ 354 milhões em receitas, o que supera com folga o volume obtido nos sete primeiros meses do ano passado.

Nesse mesmo ritmo dos primeiros meses, o governo deve fechar o ano com mais de R$ 500 milhões em caixa, gerados apenas pelas receitas do petróleo, acumulando assim excessos que devem somar R$ 200 milhões.

Arrecadação total do petróleo de janeiro a julho – R$ 369.324.138,44

Fonte: Jornal O Debate.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*