Produção no pré-sal cresce 2,3% em janeiro

  O pré-sal respondeu por 51,9% de toda a
produção de petróleo
 e gás natural de janeiro deste ano, segundo a Agência
Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Ao todo, foram
extraídos na região 1,723 milhão de barris de óleo equivalente por dia, alta de
2,3% ante dezembro. A produção de petróleo na região foi de 1,381 milhão de
barris por dia (bpd) e a de gás natural, de 54 milhões de metros cúbicos (m3)
diários.


 
Somado ao pós-sal, a produção de petróleo no País foi de 2,615 milhões
de bpd, alta de 0,1% na comparação com o mês anterior e redução de 2,7% frente
a janeiro de 2017. Já a extração de gás natural ficou em 112 milhões de m3 por
dia, uma redução de 0,84% em comparação ao mês anterior e aumento de 2,3% se
comparada com o mesmo mês de 2017.

 
Em nota, a agência informou ainda que o campo de Lula, na Bacia de
Santos, operado pela Petrobras, foi o maior produtor de petróleo e gás natural.
Produziu, em média, 842 mil bd de petróleo e 35,4 milhões de m3/d de gás
natural. Os campos marítimos produziram 95,4% do petróleo e 80,8% do gás
natural.

  Em janeiro, 303 áreas
concedidas, uma cessão onerosa e uma de partilha, operadas por 28 empresas,
foram responsáveis pela produção nacional. Destas, 75 são marítimas e 230
terrestres.

  “Vale ressaltar que,
do total das áreas produtoras, uma encontra-se em atividade exploratória e
produzindo através de Teste de Longa Duração (TLD), e outras seis são relativas
a contratos de áreas contendo acumulações marginais”, informou a ANP. O grau
API médio foi de 27.


Fonte: Exame.com

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*