Porto e Petrobras abrem nova fase de superação para Macaé

O cenário de turbulência criado pela crise que afeta a economia do país, desde o ano passado, começa a ser substituído pela certeza da superação na Capital Nacional do Petróleo, rebatendo até mesmo as avaliações pessimistas propagadas pelo governo municipal ao defender a proposta do empréstimo dos royalties. E dois fatores principais são responsáveis por abrir o sol diante do período de tempestade enfrentado por Macaé: a carta da Petrobras e a publicação da licença prévia para a construção do Terminal Portuário de Macaé.

Ao fortalecer a imagem do município como a principal base das operações de logística às atividades concentradas na Bacia de Campos, o posicionamento da companhia em manter todas as suas estruturas industriais na cidade, somada à consolidação de um passo importante para a construção do segundo terminal portuário voltado às movimentações offshore, voltam a colocar Macaé na rota dos investimentos estimados pelo capital estrangeiro do segmento de óleo e gás.

E hoje, a empresa Shell, uma das gigantes petrolíferas do mundo, passa a ser uma das principais investidoras desse novo processo de pujança e de transformação econômica já iniciado pela Capital Nacional do Petróleo.

“A Shell já sinalizou que investirá no petróleo brasileiro, e isso traz um otimismo muito grande para a nossa cadeia do petróleo. Hoje, Macaé é o maior polo das operações de óleo e gás do país, por isso acreditamos que a cidade terá potencial de receber esses investimentos. E isso se potencializa através da carta da Petrobras e a consolidação do novo porto”, aponta Marcelo Reid, presidente da Comissão Municipal da Firjan.

Fonte: Jornal O DEBATE

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*