Petrobras registra recordes de produção no Pré-Sal

A Petrobras informou a conquista de recordes em diversas áreas da companhia em função do aumento da produtividade de seu quadro de empregados. Os recordes obtidos foram registrados na produção do Pré-Sal, no processamento das refinarias, na entrega de gás natural e na produção de fertilizantes.

Recorde de Produção no Pré-Sal


A produção média mensal de petróleo operada pela companhia na camada Pré-Sal atingiu, em março, a marca de 387 mil barris de petróleo por dia, constituindo um novo recorde de produção mensal.

Para obtenção desta marca cabe destacar a entrada em produção, no dia 3 de abril, do poço 7-SPH-04-SPS, em local onde a profundidade da água é de 2.120 metros, no campo de Sapinhoá, no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos. Esse poço, que tem potencial de produção de 26 mil barris de petróleo por dia, está conectado à plataforma de produção de 120 mil barris por dia de capacidade, o FPSO Cidade de São Paulo.

A conexão do fundo do mar até essa plataforma se dá por meio de um sistema de tubulações verticais rígidas e flexíveis, suportadas por uma boia, pioneiro no mundo, denominado BSR – Boia de Sustentação de Risers.

Interligado ao FPSO Cidade de São Paulo, através do mesmo sistema BSR, está o poço SPS-77A, produzindo 36 mil barris por dia de petróleo desde o dia 18 de fevereiro de 2014, constituindo-se no poço de maior produção atualmente no Brasil.

Neste momento, outros três sistemas BSR estão sendo instalados. Um deles no próprio FPSO Cidade de São Paulo. Os outros dois no Campo de Lula, no FPSO Cidade de Paraty, também com capacidade para processar até 120 mil barris de petróleo por dia. Ao longo deste ano, outros 7 poços de potencial de produção estarão interligados a estes dois FPSOs e produzindo.

Recorde de refino


Também no mês de março, a Petrobras atingiu novo recorde mensal de processamento de petróleo nas suas refinarias. A carga média processada foi de 2.151 mil barris de petróleo por dia, representando um volume de 12 mil barris, superior ao recorde mensal anterior de 2.139 mil obtido em julho de 2013.

Ainda em março, a Petrobras atingiu em suas refinarias recorde na produção de diesel e gasolina com baixo teor de enxofre. Foram produzidos 4 milhões de barris de diesel S-10 [concentração de 10 partes por milhão (ppm) de enxofre], 20 milhões de barris de diesel S-500 (500 ppm de enxofre) e 14,8 milhões de barris de gasolina S-50 (50 ppm de enxofre).

Recorde de entrega de gás natural


A Petrobras ultrapassou, pela primeira vez, a barreira dos 100 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural entregues ao mercado consumidor. No dia 26 de março, a empresa disponibilizou um total de 101,1 milhões de m³ do energético, volume recorde registrado até então.

Destes, 45,1 milhões de m³ foram destinados ao mercado termelétrico e 42,5 milhões de m³ ao mercado não termelétrico, do qual fazem parte indústrias, residências, veículos, sistemas de cogeração e outros. O restante – 13,5 milhões de m³ – foi entregue às unidades da Petrobras.

Em março deste ano a geração de energia elétrica nas usinas termelétricas da Petrobras foi de 5.000 MW. Considerando as usinas para as quais a Petrobras fornece gás natural, a geração chegou a 7.613 MW, representando cerca de 12% da demanda de energia elétrica do SIN – Sistema Interligado Nacional.

Recorde de Produção de Fertilizantes


A fábrica de fertilizantes da Bahia atingiu no último dia 31 de março a produção de 34.715 toneladas de ureia. Um recorde de produção mensal da série histórica da fábrica para o mês de março. Atingiu também a expressiva marca de 104.233 toneladas acumuladas no primeiro trimestre do ano. 

Fonte: Agência Petrobras

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*