Petrobras foi conservadora em meta de produção, diz diretor

Petrobras adotou uma estratégia “conservadora” na divulgação de sua meta de produção temendo não conseguir a “financiabilidade” necessária para entregar todo o volume projetado, disse o diretor de Exploração e Produção da estatal, José Formigli.

“Não queremos prometer um óleo que depois a gente não consiga suportar na financiabilidade que a empresa precisa para vencer 2015”.

Segundo o diretor, a meta foi trabalhada para que a empresa pudesse “fazer as contas de fluxo de caixa na condição que a empresa tem hoje e que suporte o ano sem captação”.

A companhia também projeta, em 2015, um maior número de paradas de manutenção das plataformas para garantir uma melhora de eficiência de seus sistemas de produção.

“É fundamental que a empresa possa fazer planejamento. Estamos trabalhando para ter ganhos, e acreditamos que vamos ter. O impacto que estamos colocando no crescimento da produção da P-55 e da P-62 é relativamente grande, ela terá uma produção maior do que tem agora”, destacou Formigli.

P-61

Formigli afirmou que a companhia trabalha com o prazo do primeiro trimestre para a entrada em operação da P-61, que será conectada ao campo de Papa-Terra, na Bacia de Campos.

Inicialmente, a previsão era que a unidade estivesse em produção no último trimestre de 2014.

“Estamos começando a trabalhar no poço e a previsão é que (a produção) seja iniciada no primeiro trimestre, em fevereiro”, informou o diretor.

Leilões da ANP

A Petrobras será muito seletiva na participação em leilões de áreas para exploração e produção de petróleo e gás natural, promovidos pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), afirmou Formigli.

Em teleconferência com analistas, a diretoria da empresa informou que está revendo o seu crescimento e que irá evitar contrair novas dívidas.

Fonte: Revista Exame

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*