EMC investe R$ 100 milhões em centro de pesquisa no Rio

Um novo prédio vai começar a ganhar forma em março, no Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na Ilha do Fundão, na zona Norte do Rio. O edifício, de estilo modernista, está previsto para ser concluído em dezembro. No local, vai funcionar, a partir de janeiro de 2014, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) de Big Data da EMC, multinacional da área de tecnologia da informação (TI). A empresa planeja investir US$ 100 milhões no projeto em cinco anos – o montante inclui o salário dos pesquisadores.

Os recursos serão aplicados na construção do centro e para fazer pesquisa aplicada em Big Data, com foco na indústria de petróleo e gás. O Big Data é um conjunto de soluções tecnológicas capaz de analisar, com velocidade, grandes volumes de informação. Hoje, no Hotel Copacabana Palace, na zona Sul do Rio, executivos da EMC assinam com o ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antônio Raupp, acordo de cooperação técnica e científica. O acordo prevê a colaboração entre o ministério e o centro da EMC.

Karin Breitman, gerente-geral do centro de P&D da EMC no Brasil, disse que a descoberta do pré-sal levou a empresa a decidir, há cerca de dois anos, pela instalação dessa unidade de pesquisa no país. “Será um centro global de P&D”, disse Karin. Dessa forma, soluções que surgirem no laboratório da EMC, no Rio, poderão ser aplicadas à indústria internacional de petróleo.

Karin afirmou que o Big Data permite a construção de modelos preditivos e analíticos capazes de avaliar, rapidamente, massas grandes e variadas de informação. A construção desses modelos pode ajudar a aprimorar a operação de uma petroleira indicando, por exemplo, o melhor momento de parada para manutenção de equipamentos.

O centro de P&D da EMC não vai vender tecnologia, mas desenvolvê-la para a própria empresa. A ideia, segundo Karin, é provar que a inovação é possível. Depois a solução passará por um processo de engenharia avançada dentro da EMC, cujas áreas de negócios envolvem Big Data, computação em nuvem (quando os dados não precisam estar armazenados em computadores da empresa, mas sim em outros servidores remotos) e segurança de dados.

Nesta semana, a EMC promoveu, na UFRJ, uma escola de verão em Big Data, curso que termina hoje e para o qual foram selecionados 160 alunos de mestrado e doutorado em informática de diferentes regiões do país.

Existe a possibilidade de que parte desses alunos possa ser recrutada para trabalhar no centro da EMC na Ilha do Fundão. “Ainda temos vagas abertas [para pesquisadores]”, disse Karin. O centro terá 50 pesquisadores que vão trabalhar em áreas diferenciadas como bancos de dados, estatística e aprendizado em máquina, entre outras. Ela disse que uma preocupação foi ter no novo prédio uma área ampla de laboratório para os pesquisadores.

Paulo Musa, do escritório Musa, responsável pelo projeto arquitetônico, disse que o prédio da EMC segue o estilo do Palácio Gustavo Capanema, no Rio, mas incorpora novas tecnologias. Mauro Viegas Filho, presidente da Concremat, afirmou que o centro da EMC será um edifício sustentável, com menor consumo de energia e água. A Concremat foi contratada pela EMC para cuidar da engenharia, das compras e do gerenciamento de toda a construção do centro. Viegas disse que estão sendo concluídas as fundações e agora vai ser contratada a empresa responsável pelas obras civis. “O início oficial da construção será em 1º de março e o término das obras será em dezembro”, previu Viegas.

Karin espera mudar-se para o novo prédio em 2 de janeiro de 2014. A EMC tem projetos de pesquisa com a UFRJ que se relacionam com o processamento paralelo de dados sísmicos. A EMC também teve aprovado projeto de pesquisa, em parceria com empresa do Parque Tecnológico, na área de completação de poços e monitoramento de risers (linha que liga o poço à plataforma).

Fonte: Valor Econômico

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*