EAS obtém acordo com Transpetro

A Transpetro, subsidiária de logística da Petrobras, fez um pronunciamento de que o Estaleiro Atlântico Sul (EAS) retomará a construção de quatro dos 16 navios cujos contratos, no valor de R$ 5,3 bilhões, foram suspensos pela estatal há quase seis meses. Ainda falta resolver a situação de 12 embarcações. No total, a Transpetro encomendou ao estaleiro 22 navios, por R$ 7 bilhões.

Com o acordo, o EAS passa a ter encomendas que garantem a ocupação da capacidade instalada até 2018, considerando-se também a construção de sete sondas de perfuração contratadas pela Sete Brasil por US$ 5,2 bilhões.

Depois da suspensão dos 16 navios, em maio, o estaleiro viu sua carteira de petroleiros ser reduzida a seis embarcações, que foram mantidas com o EAS porque tinham projeto de construção assegurado com a coreana Samsung. Agora, a Transpetro aceitou a proposta do EAS de contratar mais quatro navios com projeto da Samsung. Com isso, somados às primeiras seis embarcações, chega-se a um pacote de dez navios.

O atraso médio no cronograma de construção dos navios estaria hoje em cerca de dois anos, segundo fontes do setor, o que levou a estatal a cobrar multa do EAS, em maio.

Fonte: Valor Econômico

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*