Descomissionamento de plataformas é tema da 2ª Reunião Geral de 2017

   A Rede Petro-BC realizou sua 2ª Reunião Geral de 2017 no auditório do Senai, em Macaé, nesta quinta-feira (27), tendo como principais temas o descomissionamento de sistemas de produção e as mudanças na política de conteúdo local.

 

  Descobrir novos mercados é uma forma de combater a crise que ainda não foi completamente superada pelo setor de óleo e gás. Uma dessas novas oportunidades de trabalho está presente no descomissionamento de plataformas, um mercado relativamente novo na indústria petrolífera mundial e que pode ser explorado pelas empresas que atuam na Bacia de Campos.

 

  A Dinamus Consultoria é uma empresa que está estudando o tema e realizou uma apresentação durante o evento da Rede Petro-BC. Na ocasião, foram apontados alguns motivos para o aumento da atividade de descomissionamento, como a queda no preço do barril de petróleo. “O objetivo dessa apresentação é que as empresas se enxerguem nesse processo”, afirmou Glauco Nader, sócio-diretor da Dinamus.

 

  O descomissionamento é um conjunto de ações implementadas para a retirada definitiva de operação e remoção de uma instalação offshore, processo feito a longo prazo, no qual, na maioria dos casos, tem um custo maior do que a instalação de uma plataforma. O que é bom para as empresas que prestam serviços para o setor, tendo mais demanda de trabalho. Outro ponto positivo é que até 98% do material retirado da instalação offshore pode ser reaproveitado.

 

  A Reunião Geral deste mês teve ainda a presença do engenheiro Sergio Daruis, da DNV GL, apresentando os processos e mudanças na regra de conteúdo local para o setor de petróleo e gás, e qual seu impacto nas empresas fornecedoras da área. Algumas das mudanças são: não aplicabilidade do mecanismo de isenção de cumprimento dos compromissos assumidos relativos aos percentuais mínimos de Conteúdo Local obrigatórios, alteração na metodologia de cálculo de multa pelo não cumprimento dos compromissos assumidos relativos aos percentuais mínimos de Conteúdo Local obrigatórios e extinção das subdivisões por profundidade dos blocos marítimos.

 

  Os empresários da indústria do petróleo presentes no evento desta quinta-feira também puderam conversar com Luiz Borges, gerente de soluções e inovações do SEBRAE RJ, sobre o SEBRAETEC, uma ferramenta de apoio à inovação da pequena empresa. A ação proporciona subsídio de 70% do valor da consultoria para os pequenos empresários, permitindo que suas empresas tenham acesso facilitado a serviços de inovação e tecnologia.

 

  A próxima Reunião Geral da Rede Petro-BC deverá acontecer em maio, com a presença de representantes da Transpetro.

 

]]>

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*