Demanda por etanol sobre 26% com aumento da mistura na gasolina

O preço dos combustíveis chega a variar até 78% entre diferentes postos da cidade de São Paulo, de acordo com levantamento realizado ontem pela Folha. A reportagem levantou valores em 102 estabelecimentos, em todas as regiões da capital.

A maior variação, no caso da gasolina, foi de 48%. O menor preço foi encontrado na zona norte (R$ 2,429), e o maior, na zona oeste (R$ 3,399). Em relação ao álcool, a disparidade chega a 78%. Os valores extremos foram encontrados na zona norte: R$ 1,629 e R$ 2,899.

PRODUÇÃO GARANTIDA

O aumento da mistura de álcool à gasolina de 20% para 25%, previsto para maio deste ano, elevará em 26% a demanda mensal pelo etanol anidro, que é misturado ao derivado do petróleo, segundo a presidente da Unica (União da Indústria da Cana-de-Açúcar), Elizabeth Farina.

Elizabeth evitou comentar possíveis aumentos de preço diante da maior demanda. “Depende de como o consumidor vai reagir. Como o mercado é livre nos postos e nas usinas, não dá para prever o que vai acontecer”, afirmou. A presidente da Unica assegurou que o setor está preparado para atender o mercado, inclusive em maio. “Estaríamos preparados para atendê-la em abril, inclusive.”

Fonte: Redação

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*