Com ações de petrolífera, Eike recupera US$ 247,5 mi em um dia e volta ao ranking dos 100 bilionário

Em apenas um dia, o empresário Eike Batista conseguiu recuperar US$ 247,5 milhões e voltou ao ranking dos 100 maiores bilionários do mundo da Bloomberg. Na 97ª posição, o empresário tem a fortuna estimada em US$ 11 bilhões.

O salto no ranking foi impulsionado pela alta de 1,89% nas ações da petrolífera OGX na quinta-feira (07) na Bovespa. Eike é presidente-executivo da holding EBX, grupo que controla as outras empresas OGX, MMX, MPX, OSX, LLX e CCX. A petrolífera responde por um terço, US$ 3,6 bilhões, da fortuna do empresário.

Na quarta-feira (06), Eike ocupava a 93ª posição, com US$ 11,4 bilhões. O empresário tem 74% dos seus bilhões atrelados às companhias listadas na Bolsa. Em 2010, ele chegou a ocupar o 7º lugar do ranking da revista americada Forbes, atualizada anualmente. O empresário foi o bilionário que mais perdeu dinheiro em 2012, cerca de US$ 10 bilhões.

A queda de Eike reflete a perda de valor de mercado das seis empresas da EBX negociadas em Bolsa e a venda de participação na holding para investidores internacionais. A perda mais expressiva foi a da OGX (78,5%) devido à frustração do investidor com a produção de petróleo abaixo do esperado. Problemas no Porto do Açu, empreendimento do grupo EBX, puxaram para baixo as ações da OSX (construção naval) e LLX (logística), que em um ano perderam 53,3% e 44,4% do valor, respectivamente. A MMX (mineração) teve queda de 62,6% no mesmo período, e a MPX (energia elétrica), de 20,8%.

Fonte: Folha de S. Paulo

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*