Chevron é 1ª gigante estrangeira a publicar interesse em leilão

  A Chevron Brazil Ventures, da petroleira
norte-americana Chevron, foi a primeira grande companhia estrangeira a indicar
oficialmente interesse em participar do próximo leilão de blocos exploratórios
de petróleo e gás sob regime de concessão no país, previsto para o próximo mês.


 
Em um comunicado no site da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e
Biocombustíveis (ANP), a companhia norte-americana indicou seu interesse em
atuar em parceria com outras licitantes interessadas nas áreas da rodada.

  Com a publicidade,
outras empresas podem procurar a empresa para avaliar em conjunto possíveis
formações de consórcios para a disputa, segundo explicou a assessoria de
imprensa da agência reguladora. O recurso está previsto nos editais do leilão.

  Marcada para 29 de
março, a 15ª Rodada vai ofertar 70 blocos nas bacias sedimentares marítimas do
Ceará, Potiguar, Sergipe-Alagoas, Campos e Santos e nas bacias terrestres do
Parnaíba e do Paraná.

  Os bônus de
assinatura mínimos exigidos por todos os blocos da rodada somam 4,8 bilhões de
reais, segundo os editais, incluindo uma única área na Bacia de Santos, que
será oferecida por quase 2 bilhões de reais.

  Não há detalhes sobre
as regiões de interesse da Chevron na 15ª rodada. Procurada, a assessoria de
imprensa da petroleira não respondeu imediatamente ao pedido de comentários.

 
A Chevron Brazil Ventures se inscreveu mas não participou, em outubro de
2017, de leilões de blocos do pré-sal no Brasil, em um certame marcado por
grandes concorrentes como a anglo-holandesa Shell, a britânica BP e a
norte-americana Exxon Mobil. Para a 14ª Rodada de concessão, em setembro de
2017, a empresa não chegou a se inscrever.

 
O prazo para inscrições e pagamento da taxa de participação da 15ª
Rodada termina nesta quarta-feira (07). Posteriormente, a ANP poderá publicar
os nomes das empresas.

  Um leilão do pré-sal,
sob regime de partilha, também está previsto para ocorrer neste ano, em junho.

  Recentemente, o
presidente da Petrobras, Pedro Parente, declarou que a estatal brasileira
participará nos leilões marcados para este ano com a mesma linha de estratégia
adotada em 2017: “firme, mas seletiva”.

Fonte: EXAME.com

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*