Ações da Petrobras sobem 3,44% com novo plano de negócios

As ações preferenciais da Petrobras encerraram a sessão em alta de 3,44%, a R$ 13,50, reagindo ao novo plano de negócios da companhia, que reduziu em 25% a projeção de investimentos em relação ao plano anterior, de 2015.

As ações ordinárias terminaram com ganho de 1,07%, a R$ 15,05. O Ibovespa fechou em alta de 0,67%, aos 57.736,46 pontos.

No documento divulgado nesta terça (20), a estatal prevê investir US$ 74,1 bilhões no período entre 2017 e 2021. O plano amplia o programa de venda de ativos, com a previsão de vendas de US$ 19,5 bilhões no período entre 2017 e 2018.

O documento oficializa ainda a saída das atividades de produção de biocombustíveis, gás liquefeito de petróleo (GLP, o gás de cozinha), fertilizantes e petroquímica.

Para Rafael Ohmachi, analista da Guide Investimentos, embora os números já fossem esperados, o novo plano de negócios agradou ao mercado. “As metas do novo plano são mais realistas, com menos investimentos e mais desinvestimentos”, afirma. “Um ponto muito importante é o foco na redução da alavancagem da companhia”, acrescenta.

A empresa planeja antecipar para 2018 a meta de redução da alavancagem (relação entre dívida e geração de caixa) para 2,5 vezes. Hoje, o indicador está em 4,49 vezes.

Ohmachi acredita que, com a planejada saída da Petrobras da área de biocombustíveis, GLP, fertilizantes e petroquímica, abre-se uma oportunidade para empresas desses setores adquirem ativos importantes. “Há potenciais interessados tanto no Brasil quanto no exterior.”

O analista Celson Plácido, da XP Investimentos, escreve que segue otimista com a Petrobras, “pois acreditamos que a empresa conseguirá reduzir o nível de alavancagem e melhora na rentabilidade”.

Entre os concorrentes no setor de biocombustíveis, as ações ON da Cosan e da São Martinho subiram 3,87% e 3,72% respectivamente. “Pode ser que essas empresas aumentem sua fatia do mercado com a saída da Petrobras da área de biocombustíveis”, comenta Ari Santos, gerente de renda variável da corretora H.Commcor.

Os papéis ON da Ultrapar, que atua na distribuição de combustíveis, ganharam 0,93%. As ações PNA da petroquímica Braskem, na qual a Petrobras pode vender sua participação, caíram 2,31%.

Fonte: Folha de São Paulo

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*