3ª Reunião Geral da Rede Petro-BC: Transpetro contrata R$2 bi

   A Rede Petro-BC aproveitou o momento da Brasil Offshore 2017 para aproximar as empresas fornecedoras da cadeira de óleo e gás com grandes empresas do mercado. Com esse intuito foi realizada a 3ª Reunião Geral, com a presença de representante da Transpetro. O evento realizado às 10h no auditório do Senai, em Macaé, pôde colocar os empresários da região frente a frente com Carlos Vagner, Consultor de Estratégia de Aquisição de Bens e Serviços da empresa subsidiária da Petrobras.

   “A ideia de trazer a Transpetro é para que ela apresente seu plano de contratação para esse ano e para o próximo”, disse Glauco Nader, consultor da Rede Petro-BC. O consultor de estratégia de aquisição de bens e serviços da empresa fez uma apresentação com o objetivo de orientar os fornecedores e alinhá-los com as necessidades da Transpetro. “Estamos abertos a conhecer todo o mercado fornecedor e direcionar da melhor forma possível para que ele se cadastre na base de fornecedores para que possam participar das licitações”, afirmou.

  Segundo Carlos Vagner, hoje a Transpetro contrata em média R$2.000.000.000,00 (dois bilhões de reais). A empresa é essencialmente de logística e possui uma complexa malha de dutos, “precisamos ter uma cadeia de fornecedores forte para suportar as movimentações que são feitas ao longo do ano, principalmente na parte naval”, afirma o consultor da Transpetro.

   Diante disso, Carlos Vagner apresentou quais são as principais áreas de contratação da empresa que tem o objetivo de ser líder em questão de transporte no Brasil nos próximos cinco anos. Hoje com 56 navios, a Transpetro almeja chegar a 75 em 2010. Por isso, a primeira categoria que terá forte contratação é a de serviços relacionados a apoio portuário. Serão destinados R$225.000.000,00 (duzentos e vinte e cinco milhões de reais) entre 2017 e 2018 para essa área, sendo R$28.000.000,00 (vinte e oito milhões de reais) para a fatia do sudeste.

  Serviços de facilities também têm muita demanda, sendo destinados R$149.000.000,00 (cento e quarenta e nove milhões de reais) para a área que abrange serviços como manutenções prediais, limpeza e conservação de áreas verdes, manutenção e locação de equipamentos de refrigeração, locação de containers, entre outros. A região sudeste fica com a maior fatia, R$78.000.000,00 (setenta e oito milhões de reais).

  Também serão contratadas empresas fornecedoras para atuarem nas áreas de inspeção e manutenção de faixa de dutos, manutenção de equipamentos, transporte, manutenção industriais, monitoramento ambiental, refeições, docagem, entre outros. Os contratos giram em torno de dois a três anos.

   Carlos Vagner falou ainda sobre o cadastro de fornecedores, chamando atenção para alguns pontos no cadastro, como a atualização de e-mails e telefones, para que as empresas não deixem de ser chamadas para participar das licitações. A Transpetro utiliza a base de cadastro da Petrobras, por meio da Petronect.

]]>

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*