Rede Petro - BC Gerando Oportunidades de Negócios

Notícias
10/07/2017 Comitê Gestor apresenta relatório de pesquisa para gerente da Petrobras

  Um dos principais objetivos da Reunião do Comitê Gestor da Rede Petro-BC do mês de julho, realizada na noite desta quinta-feira no Senai, foi apresentar o relatório final da pesquisa sobre as dificuldades enfrentadas no relacionamento dos fornecedores da Bacia de Campos com a Petrobras. Paulo Alberto, gerente de suprimento de bens e serviços para E&P Bacia de Campos, esteve presente representando a estatal e pôde avaliar os problemas apresentados pela Rede Petro-BC nas áreas financeira, logística, comercial e de cadastramento.


  A pesquisa foi realizada entre os meses de fevereiro e maio deste ano e teve respostas de 96 empresas. Na área de logística, por exemplo, está entre as principais dificuldades enfrentadas pelos fornecedores o elevado tempo de espera para entregar produtos nas bases da Petrobras. Já na área de compras, a demora na resposta das dúvidas solicitadas ao comprador e o recebimento de cotações nas quais produtos e serviços não possuem relação com as famílias cadastradas, lideram entre as principais reclamações. Outra queixa é em relação a área de cadastro, com empresas enfrentando dificuldades com as revisões e mudanças.


  Paulo Alberto reconheceu algumas falhas da petroleira no relacionamento com os fornecedores e afirmou que a Petrobras vem melhorando nos aspectos apontados. Ele anunciou, ainda, novidades: “Estamos fazendo uma revolução na área de cadastro com a aglutinação de famílias. Isso vai gerar maior competitividade”, afirmou o gerente. Ele aproveitou a oportunidade para parabenizar o trabalho da Rede Petro-BC em realizar essa pesquisa para contribuir na melhoria da relação da Petrobras com seus fornecedores.


  As dificuldades foram expostas para que a Petrobras possa analisar e trazer respostas. Na próxima Reunião do Comitê Gestor, que será realizada no mês de agosto, o gerente de suprimento de bens e serviços para E&P Bacia de Campos também estará presente, desta vez trazendo a análise das dificuldades apresentadas, bem como as soluções e melhorias.

 

Pensamento positivo e ansiedade pela melhora do setor


  A reunião não poderia deixar de abordar a repercussão da Brasil Offshore 2017. Os membros do Comitê Gestor da Rede Petro-BC debateram sobre suas impressões da feira. “Foi cirúrgica, todo mundo que foi lá foi efetivamente para fazer negócios”, disse César Magalhães, agente de negócios do Sistema FIRJAN. Otimismo foi a palavra-chave nos comentários daqueles que viram a feira como uma oportunidade de retomada do setor de óleo e gás.


  A Rede Petro-BC marcou presença com um estande em parceria com a Associação Comercial de Macaé e aproveitou para estreitar laços com grandes empresas como Shell, Baker Hughes, Subsea7, Queiroz Galvão e outras âncoras e empresas fornecedoras. Contatos foram realizados para possibilitar futuros eventos com a presença dessas grandes empresas em eventos da Rede Petro-BC, para estreitar os laços com os fornecedores da cadeia produtiva de óleo e gás.


  Ainda durante a Reunião do Comitê Gestor, dois novos associados foram apresentados: Vowf Protetores Especiais e RS de Carvalho Com e Serv Marítimos Ltda-ME. 

Desenvolvido por NPI Brasil

Rede Petro - BC
redepetro-bc@redepetro-bc.com.br - (22) 2796-6122
Estrada Virgem Santa, 657 - SENAI
Botafogo, Macaé - RJ - 27946-830